Outubro Rosa: NTU faz parceria com OPAS/OMS para divulgar campanha no ônibus urbano em todo o país


Campanha será replicada localmente pelos ônibus de todas as regiões do Brasil, com a adesão das 497 empresas associadas e 75 entidades filiadas (sindicatos, associações e federações) da NTU

ALEXANDRE PELEGI

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU), em parceria com a Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), lançou nesta quinta-feira, dia 4 de outubro de 2018, uma nova campanha publicitária para divulgar o Outubro Rosa, tradicional campanha de prevenção do câncer de mama.

A campanha está voltada para as passageiras do transporte público coletivo em todo o território nacional, e traz um foco inovador: alerta não só para os riscos do câncer de mama, como aborda a saúde da mulher como um todo, promovendo também a prevenção de outras doenças importantes, como a hipertensão.

As peças incluem mensagens sobre a necessidade de adolescentes e jovens se vacinarem (em especial contra o HPV) e sobre a importância de mulheres grávidas realizarem exames de pré-natal regularmente, orientando as usuárias do serviço a procurarem as unidades básicas de saúde da rede pública mais próximas, onde a prevenção pode ser feita gratuitamente.

A campanha será replicada localmente pelos ônibus de todas as regiões do país, com a adesão das 497 empresas associadas e 75 entidades filiadas (sindicatos, associações e federações) da NTU. O material publicitário inclui busdoor, cartaz e postagens para mídias sociais.

outubro_rosa_1

As mulheres representam mais da metade da população e boa parte delas viaja regularmente de transporte coletivo, portanto o ônibus é um espaço privilegiado para fazer chegar à elas essa mensagem de prevenção e cuidado com a saúde”, explica o presidente executivo da NTU, Otávio Cunha. “Além disso, temos muitas colaboradoras, incluindo motoristas, cobradoras e funcionárias administrativas, que também precisam estar atentas com sua saúde. Estamos fazendo nossa parte para alcançarmos os objetivos do Outubro Rosa”, concluiu.

OUTUBRO ROSA

O movimento Outubro Rosa surgiu na década de 1990, nos Estados Unidos, e há mais de 15 anos vem promovendo ações no Brasil.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer -INCA, o autoexame e o diagnóstico precoce são essenciais para a prevenção e cura. O INCA diz que há 95% de probabilidade de recuperação total caso a doença seja logo descoberta.

O câncer de mama é o tipo mais comum entre as mulheres após o câncer de pele não melanoma, mas é o que mais provoca morte de pessoas do sexo feminino no Brasil.  A doença também atinge homens, com 1% do total de casos.

Cada vez mais casos têm aparecido em mulheres jovens. É essencial que a partir dos 20 anos, a mulher se submeta ao exame de mamografia, que também pode ser marcado pelo sistema público de saúde.

Já o câncer de colo do útero, cuja prevenção foi incorporada recentemente ao Outubro Rosa, é o quarto tipo mais comum.

outubro_rosa_2

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Fonte: NTU

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *